Gearbox: a capa do Bestiário e a nova identidade Old Dragon

Olá a Todos. Aqui estamos com o preview mais esperado do Bestiário do Old Dragon: a capa! Mas antes de mostrá-la, vamos falar um pouco sobre a concepção da imagem e da nova identidade visual dos produtos da linha Old Dragon. 

Desde o início, alguns clientes reclamavam que as imagens das capas ficavam pequenas, com poucos detalhes visíveis e pelo livro ser em A5, talvez fosse mais impactante que as imagens fossem de página inteira. Com essa reclamação em mente, partimos pra pesquisar referências dentro da história do AD&D que se encaixasse no que nós estávamos procurando e ao mesmo tempo desse um ar de modernidade, limpeza e que mantivesse o nosso código de cores (vermelho para livros básicos, verde para aventuras, amarelo para acessórios e azul para suplementos). 

Achamos algumas referências legais para começarmos:

O ponto de partida foram as capas dos manuais básicos revisados do AD&D 1e. Nenhuma edição do AD&D prestigiou tanto as imagens quanto esses livros. O espaço ocupado por texto era mínimo e as artes dos grandes artistas da época eram as grandes estrelas. Muito apelo, belo trabalho gráfico e mesmo depois de 20 anos, supreendentemente moderno:

dnd_1e_new_full3638434816_b61eb6ce5c_o 

Com esse ponto de partida, precisávamos achar uma solução para indicar na capa que tipo de livro era aquele. Um Manual básico? Uma aventura? Um suplemento? 

Procuramos referências de capas com bordas para os livros, coisas que não fossem grandes e que dessem todo o destaque para as ilustrações. Achamos pouca coisa, alguma coisa sobre os cenários, como o Forgotten e as capas da versões não revisadas dos básicos da 2. 

dnd_1e_new_full3638434816_b61eb6ce5c_o 

Depois de pensar bem e analisar, a concepção da capa do AD&D 2e se encaixava como uma luva no que precisávamos. A intenção era não deixar tão parecida e pensar em formas ligeiramente diferentes de deixar uma barra na capa pra ressaltar o uso do livro e ao mesmo tempo dar ainda mais destaque à imagem, sem que ela estivesse emoldurada. 

Nesse passo tínhamos escolhido nosso artista. Um grande ilustrador português chamado Bruno Balixa, que já tinha feito artes internas no Bestiário (o Licantropo Homem-Urso é dele!). 

Por fim, o Dan Ramos pensou numa apresentação clássica dos monstros do Bestiário. E aí recorremos a composição sempre lembrada pelo bom gosto dos livros dos monstros da 2ed: 

dnd_1e_new_full3638434816_b61eb6ce5c_o 

Tínhamos nossa capa praticamente pronta. Definimos que a borda vermelha não ficaria no canto esquerdo, para diferenciar do design clássico e fazer uma emolduração mais moderna, mas ainda precisávamos decidir quais monstros usaríamos na capa – além de resolver que usaríamos um cenário e não um fundo branco e neutro, pra criar uma composição. Criar um estranhamento do tipo “O que estes monstros estão fazendo aí?”, chamar a atenção e ser clássico ao mesmo tempo. Ser chamativo e fazer a capa ter impacto. Fazer o leigo ver o livro na prateleira e se interessar ao ponto de pegá-lo e folheá-lo. Esse era o nosso objetivo. 

Pensamos muito e decidimos por 5 monstros. Um dragão vermelho ao fundo, o elemento de ligação ao nome do jogo. A Arak-Tachna, um monstro que fosse tradicional do Old Dragon. O Centauro, como elemento de estranhamento. Um centauro numa caverna? Sim! O Urso-Coruja, talvez uns dos monstros mais tradicionais da história do D&D. Não podia ficar de fora da capa ainda mais que não podemos usar Beholders por força da OGL. Por fim, um monstro que fosse novo, uma estréia do bestiário, um Drakold. 

Sim, um Drakold foi a solução encontrada para conciliar kobolds reptóides e kobolds canídeos. Todo Kobold que se preza tem cara de cachorro, mas quem gosta dos pequenos lagartos, apresentamos os Drakolds! 

Tínhamos os nossos personagens e aí foi a vez do Dan fazer uma composições para ajudar o Bruno Balixa a parir a nossa capa. Do lado esquerdo, a mostra de como o design da composição ficarai perdido se emoldurado. Isso mostrava que estávamos mesmo no caminho certo. 

dnd_1e_new_full3638434816_b61eb6ce5c_o 

 

E assim, depois de 2 rascunhos e alguns pequenos acertos, encerrávamos quase 3 meses de pesquisas, discussões, idas e vindas, muitos mockups e protótipos. Tínhamos a imagem pronta e o novo projeto gráfico acabado – que aliás, é a nova identidade dos produtos Old Dragon. Só faltava revelar a vocês. Não falta mais. Aí está! 

Bestiário-capa